Poolterapia - Clínica especializada em Hidroterapia - Blog oficial

Desenvolvimento da linguagem infantil

Poolterapia      terça-feira, 13 de março de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

A aquisição e o desenvolvimento da linguagem estão ligados a momentos de grande marco, principalmente para os pais da criança, pois trata-se de uma fase muito especial. 
De acordo com o padrão do desenvolvimento da linguagem, espera-se que a criança apresente um comportamento de fala para cada fase.

O primeiro sinal do desenvolvimento da linguagem acontece ainda quando o bebê está na barriga da mãe. Parte do processamento auditivo no cérebro do bebê se torna ativo nos últimos três meses da gestação, ou seja, o feto pode ouvir o que acontece no exterior da barriga da mãe, o que pode levar a reações de sobressaltos, estresse ou relaxamento. Submeter o recém-nascido ao teste da orelhinha é primeira forma preventiva no desenvolvimento da linguagem. Este teste permite detectar grau de defasagem na audição, uma vez que, a integridade auditiva está relacionada diretamente ao desenvolvimento da linguagem.

A primeira forma de comunicação do bebê com o mundo se apresenta por meio do choro, ato reflexo decorrente da troca de líquido dos pulmões por oxigênio. Quando o bebê demora ou não chora, pode ser um indicativo de intercorrência na fase pré e perinatais (antes ou durante o nascimento) alerta de risco para o desenvolvimento infantil.
Já aos três meses de vida é possível observar sons de vogais, como por exemplo: “Aaaa!” e “Oooo!”, aos seis meses ele já é capaz de produzir o “balbucio canônico” sílabas bem estruturadas e variadas como, por exemplo: “padadama” ,“Papa” e por volta dos noves meses a criança já se aproxima da língua materna (idioma da família, português, inglês, etc.), mas com uma sequência de sons que parecem não ter significado o chamado “jargão”.
Crianças que não balbuciam devem ser observadas com atenção e merecem acompanhamento, pois podem apresentar dificuldades no desenvolvimento da linguagem.

Além do balbucio, outro fator importantíssimo antes das primeiras palavras, é a comunicação intencional (ações motoras ou vocalizações direcionadas ao outro) como gestos e contato visual aguardando uma resposta a quem foi direcionado esse gesto.   

Com tudo entende-se que o desenvolvimento da linguagem começa muito antes das primeiras palavras, mas o aparecimento que é um momento muito esperado pelos pais, acontece entre doze e dezoito meses de vida. O vocabulário nesta fase começa a se constituir dia a dia e a criança começa a usar a linguagem de acordo com seus desejos e necessidades e também para expressar seus contentamentos e descontentamentos.

E quando a criança não corresponde a esse padrão de desenvolvimento o que fazer?
A primeira coisa é procurar um fonoaudiólogo que poderá avaliar e acompanhar o caso, fazendo uso de estratégias e métodos específicos. Além de orientar a família, escola, entre outras pessoas envolvidas no dia a dia da criança. Outra dica importantíssima é: Não deixe a criança acompanhada somente da televisão e objetos eletrônicos. Contar histórias, cantar músicas infantis usando expressões faciais e gestos, tocar instrumentos musicais ou brinquedos com sons e brincar com ela de faz de conta, contribui muito para o seu desenvolvimento, tanto para estimular a fala e ampliar vocabulário, como na socialização e interação.

 

Dra. Priscila Santos
Fonoaudióloga.
CRFa. 2-20599

Comentários

Últimos Artigos

Desenvolvimento da linguagem infantil

terça-feira, 13 de março de 2018

Alguns cuidados com idosos no inverno

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Importância da Hidroterapia na Melhor Idade

terça-feira, 4 de abril de 2017

Reabilitação Aquática Para Pacientes Neurológicos

quinta-feira, 9 de março de 2017

Conheça Os Benefícios Da Água Para O Nosso Corpo

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Conheça Os Benefícios Da Reeducação Postural Global

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Benefícios Da Hidroterapia Para Pediatria

terça-feira, 30 de agosto de 2016

10 motivos para você começar a fazer Hidroterapia

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Benefícios da Hidroterapia na Reabilitação do Ombro

terça-feira, 2 de agosto de 2016